Mobiliário

Sofá Sancal

Sofá Sancal
Espanhol. Constituído por dois corpos com almofadas soltas. Assente sobre pés em liga metálica. Estofo em tecido alinhado cru.
Ligeiros sinais de uso.

Comprar! Loja

Raro Contador com Mesa

Raro Contador com Mesa
Italiano, provavelmente Florentino, do Séc. XVII.
Marchetaria de ébano, madeira ebanizada, capeados, tartaruga, marfim esgrafitado e osso.

Contador encimado por galeria em metal amarelo, recortado e vazado, emoldurando um óleo sobre madeira, representando o Espírito Santo. Sob este, a “Anunciação” igualmente a óleo sobre madeira.
Frente com 11 gavetas. Ao centro edícula com imagem de Nossa Senhora com o Menino Jesus, em vulto perfeito, finamente esculpida em marfim, abrindo para interior com 5 gavetas, das quais 3 simulam 2 cada. Segredo.
Costas da porta em marchetaria formando padrões geométricos. Faces de todas as gavetas capeadas a tartaruga e marfim esgrafitado representando cenas de montaria e paisagens.
Ferragens em metal amarelo. Laterais em marchetaria com padrões geométricos e pegas de argola em ferro.
Pés de bola e garra, esta em metal amarelo.

Mesa com tampo em marchetaria disposta geometricamente, com duas gavetas de faces capeadas a tartaruga e marfim esgrafitado, com motivos semelhantes aos do contador, sobre 5 pernas unidas por travessas.
Desgastes atinentes à antiguidade da peça. Pequenos restauros.

Para peças semelhantes, vide:
Palazzo Barberini, Roma. Illustrated Tempio del Gusto, II, fig. 384.
Palacio de Peralada, Gerona (illustrated in Sotheby's, London, 18 November 2009, lot 322).
Dubrovnik Museum.
Colecção Son-Veri, Palma de Mallorca, illustrated by Feduchi, op. cit., figs 299 and 300.
Palacio de Vivó, Palma de Mallorca, illustrated by Feduchi, op. cit., fig. 301.
Cabinet in Palazzo Pitti, Florence
Roma,Tempio del Gusto, II, fig. 385.

Comprar! Loja

Contador Indo-Português do Séc. XVII de Arthur de Sandão

Contador Indo-Português do Séc. XVII de Arthur de Sandão.

Indo-Português, de Goa, do Séc. XVII, com tampo de levantar, assente sobre trempe. Em madeira de teca e ébano. Revestimento e embutidos a ébano e marfim. Ferragens em metal dourado, recortado e vazado. É constituído pela caixa propriamente dita, paralelepipédica, com uma frente que apresenta um gavetão e duas gavetas, simulando seis gavetas dispostas em duas fiadas horizontais e três verticais. Assenta sobre uma mesa com rebordo ligeiramente saliente, com um amplo gavetão, simulando dois, imediatamente por baixo, e terminando em quatro pernas em “Jatayus”.
Profusa decoração em “Fauces de Leão”, aves estilizadas e elementos geométricos.

Restauros, que incluem os pés não originais, fechaduras e engonços do tampo. Pequenas falhas e sinais de uso.

Dimensões: 105 x 53,5 x 97 cm.

Esta obra pertenceu ao insigne coleccionador e perito de arte, Arthur de Sandão, com vasta obra publicada.

Por ser uma obra de sua preferência, à sua morte, doou-a a uma instituição portuense, onde esteve até este momento.

Vide:
DIAS, Pedro - "Mobiliário Indo - Português". Moreira de Cónegos: Imaginalis, 2013.

Nota sobre a terminologia “Indo-Português”.

O termo é uma expressão de origem britânica, atribuível a John Charles Robinson que a utiliza pela primeira vez, em 1881, no texto introdutório do “Catalogue of the Special Loan Exhibition of Spanish and Portuguese Ornamental Art”, obra que coordenou.

Em Portugal a primeira abordagem em torno da problemática do indo-português cabe a Francisco Marques Sousa Viterbo, em 1883, no artigo que escreve, “A Exposição de Arte Ornamental”.

Comprar! Loja

Invulgar Banqueta

Invulgar Banqueta
Portuguesa séc. XVIII, barroca, em madeira de Pau-santo e outras. Assento em couro relevado, gravado e policromado, com motivos florais e geométricos. Sinais de uso.
Proveniência: Casa das Brolhas, Lamego.

Comprar! Loja