Descrição

Dois Textos Autógrafos: Dias da Câmara (1871-1941) e Branca Gonta Colaço (1880-1945) e Autógrafo da Cantora e Actriz Berta Singerman (1901-1998)

Dois Textos Autógrafos:
De Dias da Câmara (1871-1941), Barão do Linhó, político e filantropo, datado de 22/5/1932.
Da poetisa, dramaturga e conferencista Branca Eva de Gonta Syder Ribeiro Colaço, mais conhecido como Branca Gonta Colaço (1880-1945), datado de 22/5/1932. Filha da Inglesa Ann Charlotte Syder (1852- 1910) e do político e escritor português Tomás Ribeiro (1831-1901). Casou com Jorge Rey Colaço (1868-1942), ceramista, filho do escritor e diplomata José Daniel Colaço, 1.º barão de Colaço e Macnamara e de Virgínia Maria Clara Vitória Raimunda Rey Colaço.

Autógrafo da Actriz Berta Singerman (1901-1998)
Datado de Lisboa, 7 /11/1925.
Cantora, actriz e declamadora Argentina, nascida em Minsk, emigrou com os pais para a Argentina. Com apenas 10 anos de idade integrou um elenco que encenava obras do dramaturgo Sueco August Strindberg (1849-1912). Em 1920 debutou no filme mudo " La vendedora de Harrods", do cineasta Argentino Francisco Defilippis Novoa (1890-1929). Para a empresa discográfica Victor Talking Machine gravou várias séries de poesia declamada.
A sua obra mais conhecida foi "A voz Humana" de Jean Cocteau (1889-1963). Em 1981 publicou as suas memórias, "Mis Dos Vidas".

Proveniência: Antiga colecção de Alda Sousa Bastos, filha da actriz Palmyra Bastos (1875-1967) e do dramaturgo e empresário teatral António de Sousa Bastos (1844-1911).

18,00 x 12,00 cm

Dois Textos Autógrafos: Dias da Câmara (1871-1941) e Branca Gonta Colaço (1880-1945) e Autógrafo da Cantora e Actriz Berta Singerman (1901-1998)

   
Lote - 79

Base de Licitação: 59.23


Ref: 2017.7800

Partilhar